12 dicas imperdíveis para economizar na lua de mel! 20/03/2019

Mesmo com um orçamento apertado, é possível fazer a viagem dos sonhos do casal. Confira nossas dicas para economizar na lua de mel!

Muitos acreditam que a cerimônia é o momento mais esperados pelos noivos em um casamento, mas a verdade é que não veem a hora da lua de mel!

Além de finalmente descansar e dar um tempo dos vários boletos que o casamento traz consigo, os pombinhos podem curtir a companhia um do outro e conhecer lindas paisagens.

Mesmo com uma verba pequena, é possível fazer roteiros de viagens incríveis, adequando-se ao contexto de cada um. Separamos algumas dicas de como economizar na lua de mel e fazer um planejamento exemplar! Confira:

1. Comecem pelo começo!

Essa regra se aplica a todo tipo de planejamento que precisamos fazer e nos assegura de não trocarmos os pés pelas mãos. Sentem e alinhem todos os sonhos e aspirações que têm sobre a lua de mel dos sonhos. Além disso, coloquem todos os gastos que o casamento irá exigir e incluam a viagem nessa conta, afinal a lua de mel também faz parte desse grande momento.

Com base nesse estudo preliminar que deve ser feito logo no início e com bastante antecedência, vocês já podem ir para a próxima dica.

2. Decida o tipo de viagem que combina com o casal

Vamos ser francos: alguns casais não veem problema algum em colocar uma mochila nas costas e ir desbravar esse mundão sem muita frescura. Já outros, fazem questão de uma boa cama de hotel com todos os serviços já inclusos no pacote 5 estrelas. Essas viagens, por mais que tenham o mesmo destino, são totalmente diferentes! E, por consequência, também custam um valor bem distinto um do outro.

Conversem e entrem em um acordo sobre que tipo de viagem gostariam de fazer, qual estilo faz mais sentido para vocês e que cabe no orçamento.

3. Defina o lugar

Depois de identificarem qual estilo de viagem combina mais com vocês, é a hora de escolher o destino. Lugares para conhecer é o que não faltará, pois podem escolher entre os destinos nacionais e internacionais.

Geralmente, os destinos internacionais têm um custo um pouco mais salgado que os nacionais, mas se vocês optarem por uma viagem com um pouco menos de glamour, ela pode custar o mesmo que um destino dentro do Brasil.

4. Fuja de altas temporadas

Uma dica muito muito valiosa é tentar fugir das épocas de alta temporadas, como o período de férias escolar. É claro que com a data do casamento já marcada e sua licença gala já agendada, será impossível mudar tudo por conta da viagem. Mas é possível analisar quais destinos são menos procurados naquele período, principalmente por conta da temperatura do país ou região.

5. Faça vários orçamentos

Visite todas as agências de viagens possíveis e faça vários orçamentos. Isso irá te dar a segurança de tomar a melhor decisão e terá a certeza que economizou o quanto pôde, caso opte por terceirizar essa compra.

As agências de viagens possuem pessoas especializadas em indicar os destinos que combinem com o casal, além de dar ótimas dicas e condições de descontos e pagamentos. Mesmo que prefiram fazer o seu próprio roteiro, é ideal ouvir uma opinião de alguém experiente.

6. Quanto de dinheiro eu tenho para viajar?

O dinheiro é um ponto delicado para qualquer um, mas quando você precisa pagar várias contas ao mesmo tempo, isso só se intensifica. Antes de mirabolarem sobre o destino dos sonhos de vocês, alinhem a expectativa e coloquem os dois pés no chão, isso fará com que não se frustrem caso não saia exatamente como imaginaram.

Geralmente, nem imaginamos quanto exatamente iremos gastar em uma viagem além da passagem. Por incrível que pareça, ela pode ser o menor dos gastos. Pensando nisso, montamos uma Planilha de Planejamento de Lua de Mel para vocês colocarem todos os gastos no papel e poderem traçar metas de quanto precisam poupar, o que nos leva à próxima dica.

7. Faça metas de curto e longo prazo

Pode ser bastante desmotivador ver o custo total de uma viagem e não saber ao certo se conseguem pagar por aquele sonho. Juntar o dinheiro ao poucos, mês a mês, é a melhor saída nesse caso.

Uma técnica que nunca falha é colocar metas a curto e longo prazo. Por exemplo, por mês o casal poupará 300 reais. Essa é uma meta de curto prazo para alcançar a de longo, que seria o custo total da viagem em X meses. Isso deixará o casal motivado para alcançar a meta final e organizará melhor as finanças.

8. Utilize uma Lista de Cotas

Principalmente para os casais que já tem uma casa quase completa, além da lista de presentes, é aconselhável criar uma Lista de Cotas. Ela funciona bem semelhante a de presentes, mas tem como objetivo coletar porcentagens da viagem da lua de mel com base na ajuda dos convidados.

Faça sua lista de casamento no Shibata Casa & Presentes!

9. Registre os avanços

Como dito anteriormente, anotem todos os avanços nas finanças e pesquisas que fizerem no período. Uma agenda ou uma planilha poderá centralizar todas essas informações para o casal ter tudo registrado.

10. Coloque todas atividades no papel

Quem já viajou sabe: algumas atividades surgem no meio do caminho e ficamos tentados a fazer. Seja um passeio de bondinho ou uma exposição de arte. Para não correrem o risco de ficarem em um aperto no meio da viagem, tentem passar para o papel tudo o que desejam fazer no destino escolhido e quanto cada um irá custar.

11. Clube de descontos

Alguns destinos possuem clubes de descontos específicos, como é o caso de Londres, onde você tem a possibilidade de fazer uma “carteirinha” onde paga uma entrada em algum ponto turístico e ganha a segunda. Essa ação pequena pode diminuir o custo pela metade!

12. Use os transportes públicos

Contratar um serviço de aluguel de carro pode sair caro no final das contas, afinal, vocês estarão em dupla e não em um grande grupo. Se possível, escolham andar mais de transporte público. Apesar de pouco cômodo, pode ajudar a conhecer melhor o local escolhido. Além disso, tem se popularizado cada vez mais os serviços de aluguel de bicicletas e outros tipos de transportes alternativos, o que pode ser até mais romântico e divertido.

13. Utilize a ajuda de sites e apps

Usem a tecnologia a favor da economia! Hoje em dia, existem vários sites especializados em fazer buscas das viagens mais em conta na data escolhida, além de disparar avisos de preços menores no seu email. Como é o caso do Voopter e Google Voos. O site Maxmilhas também ajuda a encontrar viagens mais baratas e com a possibilidade de vender suas milhas.

Caso o problema maior for o dinheiro mesmo, o aplicativo Guia de Bolso ajuda a ter um acompanhamento financeiro mais efetivo e colocar o seu objetivo por lá, assim não tem desculpa para não fazer a viagem do sonho de vocês, não é?

 

Gostou das nossas dicas? Fique de olho nas nossas redes sociais e não perca nenhuma promoção!